O Poder Público Municipal e a saúde pública em Marilia

O cidadão sofreu com a dengue em 2015 e ainda sofre com a falta de remédios, equipamentos e médicos.

Em Marília, o sistema de saúde sempre foi uma referência na região. A cidade possui 5 hospitais e conta com 34 USFs (Unidades de Saúde da Família), 12 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), 1 Policlínica e 2 PAs (Pronto Atendimento), além de duas Faculdades de Medicina, que formam médicos e enfermeiros. Porém, nos últimos anos, … Continuar lendo O Poder Público Municipal e a saúde pública em Marilia

Próximo prefeito tem que cumprir o Plano Diretor para a zona Oeste

Pra realizar sua locomoção de maneira mais prazerosa, as pessoas dependem dos vereadores para fazer com que a Prefeitura se comprometa com as obras que estão previstas no Plano Diretor para a zona Oeste. Peço que compartilhem pra que todos os marilienses conheçam essa realidade. #somostodosvereadores #somostodasvereadoras #Berriel23123

Diversos itens para a melhoria da zona Oeste que compõem o Plano Diretor do Município de Marília caíram no esquecimento. O Plano Diretor, e as obras que ele contempla, estão dispostas na Lei Complementar n.º 48 de 09 de outubro de 2006.   Pra citar apenas alguns exemplos de obras que já deveriam ter sido realizadas pela … Continuar lendo Próximo prefeito tem que cumprir o Plano Diretor para a zona Oeste

Nossas Vereadoras não podem virar as costas para os anseios da população

"Sabemos que em casos recentes nossas representantes na Câmara também viraram as costas para a população e legislaram em prol de interesses obscuros e muitas vezes até mesmo contra a nossa população", disse Berriel.

Fui até a Câmara Municipal para gravar um vídeo com o objetivo de chamar sua atenção sobre a falta de representatividade da mulher em Marília. Desde a sua primeira turma de vereadores, em 04 de abril de 1929, tivemos ao longo destes 87 anos de atividade legislativa apenas 3 vereadoras. Isso ocorreu apenas nos anos de: 1997 … Continuar lendo Nossas Vereadoras não podem virar as costas para os anseios da população

Minha defesa das escolas com educação em tempo integral

Em Marília as escolas em tempo integral ainda não oferecem uma educação em tempo integral, afirma Alessandra Berriel.

Pra quem acompanha as minhas propostas, sabe que defendo a escola em período integral em Marília em harmonia com as Cooperativas das Mulheres (Coolheres). Hoje eu quero falar um pouco mais sobre a situação das escolas com educação em período integral em Marília. Em 2013, a Prefeitura de Marília iniciou o projeto “Escola Total: Escolas com Educação … Continuar lendo Minha defesa das escolas com educação em tempo integral

Proposta: Segurança da mulher é uma questão social e cultural

Alessandra Berriel entende que a violência contra a mulher deve ser combatida como um problema social e cultural.

Em 2015, o número de crimes registrados em Marília foi de 6.294, segundo dados da Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A maior parte dos crimes registrados foi de furto (2.757), lesão corporal dolosa (1.063) e roubo (471); além de 52 estupros registrados na cidade no ano [1]. A segurança pública é crítica … Continuar lendo Proposta: Segurança da mulher é uma questão social e cultural

Ganbatte: Minha filosofia de vida

Tokyo, Japão, onde Berriel aprendeu o significado do termo Ganbatte.

Hoje eu queria falar um pouquinho sobre minha filosofia de vida. Tenho um apreço enorme pela palavra japonesa Ganbatte (頑張って). Ganbatte é algo como esforçar-se. Mas não é qualquer esforço. Ganbatte é um esforço focado e grandioso, um sacrifício, eu diria. Você sabia que eu fui 15 vezes à trabalho para o Japão e já … Continuar lendo Ganbatte: Minha filosofia de vida