Educação conclui formação de 237 profissionais para reforçar a rede municipal de Marília

Alessandra Berriel faz workshop na Educação. Fotos: Júlio César de Carlis/Imprensa PMM.

À convite da Secretaria municipal de Educação, a presidente do PPS Marília, Alessandra Berriel, participou do curso de capacitação que preparou 237 profissionais para trabalhar nas escolas. O evento de integração que recebe o nome de “Form-Ação” foi realizado durante o mês de março, nos dias 13 e 29, e envolveu 117 professoras de EMEI, 72 … Continuar lendo Educação conclui formação de 237 profissionais para reforçar a rede municipal de Marília

Berriel firma compromisso oficial com a ONU Mulheres

Berriel#23123 firma compromisso com a plataforma “Cidade 50-50: todas e todos pela igualdade”, uma parceria da ONU Mulheres com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A candidata à vereadora em Marília, Alessandra Berriel, firmou compromisso na tarde de ontem (27) com a plataforma “Cidade 50-50: todas e todos pela igualdade”, que reúne propostas para o empoderamento social e profissional das mulheres. Em nota nas redes sociais, Berriel disse que o compromisso é uma grande responsabilidade em seus ombros, já que, … Continuar lendo Berriel firma compromisso oficial com a ONU Mulheres

ONU Mulheres: Fim da violência contra as mulheres

Alessandra Berriel entende que a violência contra a mulher deve ser combatida como um problema social e cultural.

A violência contra mulheres e meninas é uma grave violação dos direitos humanos. Seu impacto varia entre consequências físicas, sexuais e mentais para mulheres e meninas, incluindo a morte. Ela afeta negativamente o bem-estar geral das mulheres e as impede de participar plenamente na sociedade. A violência não tem consequências negativas para as mulheres, mas … Continuar lendo ONU Mulheres: Fim da violência contra as mulheres

Cultura machista está impregnada na sociedade brasileira, diz socióloga

A principal bandeira política de Berriel é o empoderamento social e profissional da mulher e a luta contra a violência contra a mulher.

A revelação de que a maioria dos brasileiros concorda que o comportamento da mulher pode motivar o estupro comprova que a cultura machista está impregnada nos homens e nas mulheres da sociedade brasileira, segundo a socióloga Nina Madsen, integrante do Colegiado de Gestão do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea). A pesquisa do Instituto … Continuar lendo Cultura machista está impregnada na sociedade brasileira, diz socióloga

Proposta: Segurança da mulher é uma questão social e cultural

Alessandra Berriel entende que a violência contra a mulher deve ser combatida como um problema social e cultural.

Em 2015, o número de crimes registrados em Marília foi de 6.294, segundo dados da Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A maior parte dos crimes registrados foi de furto (2.757), lesão corporal dolosa (1.063) e roubo (471); além de 52 estupros registrados na cidade no ano [1]. A segurança pública é crítica … Continuar lendo Proposta: Segurança da mulher é uma questão social e cultural