Alessandra de Assis Berriel nasceu em Araçatuba, SP, em 1971 e cresceu para se tornar uma das principais modelos internacionais brasileiras nas décadas de 1980 e 1990, constando de maneira destacada no livro “O Brasil na Moda”. Desfilou e fotografou nos principais centros mundiais da moda, Brasil, Japão, França, Itália e Estados Unidos. Sua carreira esta associada a busca da profissionalização das modelos brasileiras e a criação de um calendário de moda no Brasil.

Decidiu encerrar sua carreira como modelo no início dos anos 2000 quando estava no apogeu da profissão, trabalhando com praticamente todos os estilistas durante as edições do Morumbi Fashion Brasil, percursor do São Paulo Fashion Week, a semana de moda brasileira no calendário internacional da moda.

Com o encerramento da carreira, Berriel pôde se dedicar a um grande sonho, ser mãe. Ela é mãe de Lorenzo e Lucca e reside no município de Marília, SP, para onde se mudou com sua família quando tinha apenas 2 anos (1973).

O trabalho social sempre acompanhou Berriel em sua carreira, com destaque para a Campanha “O Câncer de Mama no Alvo da Moda” e ações sociais em sua cidade de residência. Essa caráter público a levou até a política partidária, após o convite de Roberto Freire. Atualmente ela ocupa a presidência do PPS em Marília e compõe o quadro de delegados do Partido no Estado de São Paulo. Em 2018, Berriel é candidata a deputada estadual. Sua candidatura tem empolgado, atraindo a atenção e o apoio de ícones da moda que defendem a renovação política brasileira nessas eleições.[3]

As principais bandeiras políticas de Berriel são o fortalecimento da cadeia produtiva da Indústria da moda e outras Economias Criativas, o empoderamento social e profissional da mulher brasileira no século XXI, com foco no cooperativismo, e a transparência política e o combate à corrupção. Berriel também defende a aplicação de políticas públicas para resíduos sólidos e o fomento da segurança alimentar, e tem o apoio do ex-secretário estadual de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim.[4]