A passarela política de Alessandra Berriel

A candidata a deputada estadual, Alessandra Berriel, é recebido por comerciantes na cidade de Marília

A história política de Alessandra Berriel vem antes mesmo do convite para ingressar na vida pública.

Enquanto modelo, ela lutou por direitos trabalhistas da categoria ao mesmo tempo em que cobrava mudança no comportamento dos profissionais da moda, como respeito aos horários, condições de trabalho e legislação.

Uma das mais requisitadas e principais modelos internacionais brasileiras nas décadas de 1980 e 1990, desfilou e fotografou nos principais centros mundiais da moda, como Brasil, Japão, França, Itália e Estados Unidos – em uma carreira associada à busca da profissionalização das modelos brasileiras e a criação de um calendário de moda no Brasil.

Após 2013 voltou para a cidade de Marília, atuando como ativista social. Suas ações sociais se destacaram em 2015, dias após a tempestade que devastou as regiões Oeste e Sul de Marília, quando conseguiu mobilizar o Brasil e o exterior para, por meio de doações, levar materiais, comida e conforto espiritual onde o poder público local faltou.

A sua liderança na reconstrução de casas e no fornecimento de mantimentos aos desabrigados chamou a atenção e, a convite do deputado federal Roberto Freire, presidente nacional do PPS, Alessandra Berriel assumiu a presidência do partido em fevereiro de 2016.

Em sua primeira entrevista à frente do PPS em Marília, Berriel defendeu a necessidade de mais vontade política para resolver os atuais problemas da sociedade.

Uma das principais bandeiras políticas de Berriel é o empoderamento social e profissional da mulher brasileira no século XXI. Berriel defende melhores condições de segurança, saúde, emprego e profissão para mulheres e demais minorias. Dentro da moda sua plataforma política inclui ações voltadas ao incremento da Economia Criativa, com um olhar especial para a Indústria da Moda brasileira.

Berriel chega em 2018 como candidata a deputada estadual por São Paulo.